Em cumprimento às determinações legais e estatuárias, a Administração da São Francisco submete à apreciação de V.Sas. as últimas Demonstrações Financeiras, acompanhadas dos pareceres dos Auditores Independentes e do Conselho Fiscal, bem como da Manifestação do Conselho Deliberativo e Notas Explicativas.

Veja abaixo as últimas Demonstrações Financeiras disponiveis.

A Fundação São Francisco de Seguridade Social - SÃO FRANCISCO é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, constituída na forma da legislação pertinente, sem fins lucrativos, possui autonomia administrativa e financeira, tendo como objetivo administrar planos de benefícios de natureza previdenciária. Para isso procede a gestão e administração dos O3 planos patrocinados pela CODEVASF: Plano de Benefícios I e III, respectivamente denominados BD e BS, ambos constituídos na modalidade de benefício definido, estando fechado para novos entrantes; Plano de Benefício II, constituído na modalidade de contribuição definida.

Para o fazimento das Politicas de Investimentos de cada plano, a São Francisco emprega estudos técnicos no sentido de identificar, com base nas características de cada plano e de suas massas de participantes, a alocação de recursos que melhor se ajustem a cada um deles, observando os desembolsos futuros com os benefícios probabilisticamente projetados, estabelecendo limites de riscos prudenciais a serem incorridos, tudo suportado por cenários econômicos projetados com elevado grau de prudência e conservadorismo.

Estudos denominados de ALM - Asset Liability Management são estruturados para permitir a gestão de riscos de descasamentos entre ativos e passivos. Em outras palavras, é o estudo que permite aos gestores da entidade tomar ações suportadas pelo comportamento esperado para os passivos dos planos cujas características são aderentes as modalidades de Benefícios Definidos, logo, empregado para os Planos I e III. Dessa forma, permite o gerenciamento dos riscos identificados com a liquidez e solvência dos planos, e ainda, o gerenciamento de ativos e passivos com a identificação de riscos financeiros. É a parte do planejamento estratégico do investimento, orientado à contabilidade financeira do plano.

Estudo elaborado com base na Teoria Moderna de Portfólio, ou ainda, denominado Fronteira Eficiente, é empregado no suporte a formação da Política de Investimento do Plano CODEPREV. Trata-se de um modelo matemático utilizado para definir portfólios de investimentos, proposto pelo economista Harry Markowitz, estruturado em 3 aspectos: - a relação risco-retorno; a diversificação dos investimentos; e, a fronteira eficiente.

Os estudos garantem uma gestão de recursos fundada em cenários e probabilidades, sem empirismo e ou aventuras. Possuem horizonte temporal abrangendo a estimativa de extinção das massas de cada plano segundo os cálculos atuariais, e são revisados anualmente. Em uma abordagem secundária, permite apresentar ao atuário o limite da taxa de desconto a ser empregada na apuração do valor presente das reservas contabilizadas nas demonstrações financeiras para os planos de benefício definido, já que a contribuição definida é registrada pelo acúmulo de cotas de cada indivíduo nos respectivos fundos discriminados no seu regulamento.

Confira abaixo mais informações

O Relatório Anual da Fundação São Francisco traz anualmente informações completas sobre o desempenho da entidade nos aspectos econômico e social, destacando de forma simples e objetiva os principais resultados, melhorias e projetos colocados em prática.

O objetivo do relatório é prestar contas de ações e projetos feitos ao longo do ano para aumentar a eficiência do trabalho e a satisfação dos nossos participantes e assegurar a rentabilidade, o equilíbrio e a segurança do patrimônio da entidade.

Veja abaixo as últimas edições do relatório.

2021 (Exercício de 2020)
Temos a satisfação de apresentar o Relatório Anual de Informações relativo ao exercício de 2020, demonstrando o compromisso dos Administradores com a transparência da gestão da SÃO FRANCISCO.

Completo   Resumido
2020 (Exercício de 2019)
Nossa responsabilidade é grande! Encerramos o exercício de 2019 com um patrimônio total de R$ 968,8 milhões.

Completo   Resumido
2019 (Exercício de 2018)
Nossa responsabilidade é grande! Encerramos o exercício de 2018 com um patrimônio total de R$ 838,9 milhões! Ao todo, já são mais de 850 famílias recebendo benefícios oriundos dos planos de previdência administrados pela Fundação São Francisco.

Completo   Resumido
2018 (Exercício de 2017)
É com satisfação que a Diretoria da Fundação São Francisco encerra o ano de 2017 com a conclusão do saldamento dos Benefícios do Plano I, encerrado em 30 de novembro de 2017.

Completo   Resumido
2017 (Exercício de 2016)
Findo o exercício de 2016, os brasileiros presenciaram no decorrer de todo o ano o acirramento da crise econômica e a instabilidade política. O país foi marcado pelas incertezas macroeconômicas; pela busca da identidade dos políticos brasileiros; a participação iminente do poder judiciário na vida da sociedade e o forte combate à corrupção nos poderes..

Completo
2016 (Exercício de 2015)
Encerrado o ano de 2015, a economia brasileira não emplacou nenhuma hipótese menos otimista lançada no mercado pelos agentes formadores de opinião, tampouco pelas projeções de indicadores realizadas pelas empresas de consultoria atuantes no mercado financeiro e de capitais.

Completo

O Relatório Gerencial é o mecanismo de acompanhamento, avaliação e prestação de contas da Diretoria Executiva da Fundação São Francisco aos membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal e também aos participantes ativos e assistidos dos Planos de Benefícios.

Em consonância com os princípios e práticas de governança estabelecidos na legislação pertinente o relatório foi estruturado de forma a demonstrar as atividades desenvolvidas pelas diversas unidades que compõem a estrutura orgânica da Fundação e demonstrar os resultados alcançados por trimestre, inclusive de forma comparativa com exercícios anteriores.

Veja abaixo as últimas edições do relatório por ano e trimestre.

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)
A Lei Nº 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), sancionada em agosto de 2018 e em vigor desde 18 de setembro de 2020, estabelece regras sobre o tratamento de dados pessoais, em meios digitais e físicos, realizado por pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado.

Política de Proteção de Dados Pessoais
Esta Política apresenta os princípios de proteção de dados pessoais adotados pela SÃO FRANCISCO Fundação de Previdência Complementar em observância aos preceitos da Lei 13.709, de 14 de agosto de 2018 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).



Contato: Data Protection Officer - DPO: dpo@franweb.com.br